Ronaldo Caiado fez sua primeira visita oficial ao Município e sinalizou agenda positiva


O Governador Ronaldo Caiado (DEM) cumpriu agenda em Anápolis nesta quinta-feira 11/04. Foi a primeira vinda dele ao Município, em caráter oficial, após a posse no cargo, em janeiro último. O chefe do Executivo goiano foi recepcionado pelo Prefeito Roberto Naves (PTB) e, durante boa parte da manhã, eles trataram de vários assuntos relacionados à Cidade. Também foram chamados a participar os vereadores. Logo após o encerramento desse “bloco” administrativo, Caiado deixou o gabinete e foi para a sala de reuniões participar de uma concorrida entrevista coletiva.
O Governador anunciou um das primeiras ações de sua gestão em Anápolis. Ele determinou ao recém-empossado diretor administrativo da Companhia de Desenvolvimento de Goiás, Carlos César Toledo (o Cacai, um dos coordenadores da campanha de Caiado em Anápolis) e ao secretário de Indústria e Comércio, Wilder de Morais, a realização de uma frente de serviços para melhorar a infraestrutura do Distrito Agro Industrial de Anápolis (DAIA), que há vários meses está sem manutenção. Serão executados serviços de recuperação da pavimentação asfáltica, roçagem de canteiros, consertos de meio-fios, enfim, diversos melhoramentos no polo, que abriga cerca de 150 empresas e conta com pelo menos 12 mil trabalhadores diretos.


Ainda sobre industrialização, Caiado sinalizou que está disposto a debater a questão dos incentivos fiscais e lembrou que, depois da Zona Franca de Manaus, Goiás é o estado que oferece mais incentivos para fomentar a atração de investimentos. O Governador também citou o Caso da CAOA. Nos últimos dias, surgiram rumores de que a empresa poderia brecar investimentos da Chery (montadora chinesa e nova parceria do grupo, que já trabalha com a linha de produção da Hyundai, da Coreia do Sul). Caiado disse que esteve recentemente com o empresário Carlos Alberto de Oliveira Andrade, presidente do Grupo CAOA e, na conversa, não houve nenhuma manifestação em relação à retração dos investimentos.


“Desde o começo [do Governo] tem criar situações que não vamos conseguir governar. Podem ficar tranquilos, que os únicos que vão sair de Goiás são os corruptos”, brincou Caiado.


O Governador também anunciou que pretende trazer a Anápolis o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. A ideia é que ele conheça os projetos da Plataforma Logística e do Aeroporto de Cargas para, a partir daí, ver o que o Governo Federal pode ajudar para destravar esses projetos e tornar Anápolis num grande polo logístico, aproveitando a sua localização e a estrutura de rodovias e de ferrovias, dentre elas, a Norte-Sul, recém-privatizada.

UEG
Caiado foi ainda questionado a respeito da paralisação dos estudantes na Universidade Estadual de Goiás (UEG). Ele ressaltou que está cumprindo o que é previsto em lei, ou seja, o repasse de 2% da receita de ICMS à instituição e, às vezes – completou – mais do que isso. O que está acontecendo, na sua avaliação, é um problema de gestão. O Governador disse não entender como uma universidade tem 42 campus e 235 unidades. “Isso não existe em lugar nenhum do mundo. A USP (Universidade de São Paulo) deve ter no máximo 12 campus”, ponderou.

Bombeiros
O último compromisso de Caiado em Anápolis foi a formatura do Curso de Operação de Incêndio, no Centro de Operações e Tecnologia do 3º Regional do Corpo de Bombeiros de Goiás, que é considerado o terceiro maior centro de formação do País, já tendo formado bombeiros de 15 unidades da federação. A turma recente, com 24 participantes, teve um aluno do Estado do Amapá e dois da Força Aérea Brasileira.


Caiado assinalou que, mesmo com a agenda apertada, fez questão de vir para a formatura e, também, para entregar uma moderna viatura de combate a incêndio e vários equipamentos para a corporação. O evento também contou a presença do secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda e do Comandante Geral do CBMGO, Coronel Dewislon Adelino Mateus.

Roberto destaca parceria com Caiado e fala sobre convite para ingressar ao DEM

Prefeito de Anápolis abriu o leque de parcerias e disse que a questão partidária “vem depois”

O Prefeito Roberto Naves aguardou o término da solenidade de formatura do curso de Combate a Incêndio para falar à imprensa e fazer um balanço do primeiro encontro formal com o Governador Ronaldo Caiado, em Anápolis.


Roberto Naves afirmou que foi um encontro positivo, em que o Governador mostrou sensibilidade com as demandas da Cidade. “Ele [Caiado] se colocou à disposição para que possamos avançar em relação ao DAIA, à saúde, à educação e em outras áreas”, disse, acrescentando que durante o encontro na Prefeitura, também foi tratada a questão da Saneago.


De acordo com Roberto Naves, no momento, ainda não foi entabulada nenhuma proposta de aditivação do contrato. E isso só irá ocorrer, conforme fez questão de ressaltar, “se for muito, mas muito bom para Anápolis”.


Em relação à saúde, Roberto adiantou que a agenda com Caiado teve como pauta um pedido para que seja agilizada a realização de cirurgias eletivas, visando atender as demandas da população Anapolina. “Vamos ter boas surpresas sobre isso muito em breve”, garantiu o Chefe do Executivo.
O Prefeito destacou que na reunião, foi tratada também da questão do Hospital de Urgências “Dr. Henrique Santillo”. O Governo, inclusive, já lançou o edital para credenciar uma nova Organização Social para gerir o complexo hospitalar, que é uma unidade referência para dezenas de municípios goianos. Foi encaminhado ao Governador também um pedido para que sejam agilizados os repasses de serviços contratualizados junto ao Hospital Evangélico Goiano e a Santa Casa de Misericórdia.


No discurso durante a solenidade no Corpo de Bombeiros, Roberto assinalou que a Prefeitura trabalha muito na área de segurança e que, os investimentos nessa área têm aporte de cerca de R$ 1 milhão/mês, através do Banco de Horas, da Força Tática (praticamente, um novo batalhão da PM) e apoio à Polícia Civil e ao próprio Corpo de Bombeiros. Inclusive, as compras de equipamentos são feitas pela Prefeitura, por meio de um fundo de recursos próprios.

Política
Na reunião no Centro Administrativo, o Governador Ronaldo Caiado foi questionado sobre se houve convite para que o Prefeito Roberto Naves se filie ao Democratas. Nas entrelinhas, ele deixou escapar que sim. Na saída da solenidade, Roberto Naves falou sobre o assunto, mas limitou-se a reafirmar o que já vem dizendo quando é indagado sobre essa questão: “Meu foco é a gestão”.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui